English Version
     > Home > Britcham News

Reunião com Catherine Barber e representantes de empresas britânicas associadas da Britcham para discutir a situação econômica do país e sua avaliação sobre suas atuações

Sexta-feira (6/3) a Secretária para Assuntos Econômicos e de Prosperidade da Embaixada do Reino Unido em Brasília, Catherine Barber, se reuniu em um almoço informal com representantes de empresas britânicas estabelecidas no Brasil e associadas da Britcham para discutir a situação econômica do país e sua avaliação sobre suas atuações. Neste almoço estiveram presentes, além de Helen Jamieson  e Rafael Zornoff , ambos do UKTI / British General Consulate,  também Christopher Reid, Diretor Presidente da Laurel Hill Investments do Brasil Ltda,  George Kerr, Desenvolvimento de Negócios da Aberdeen Asset Management,  Guilherme Costa, Diretor da Smith & Nephew, James Sinclair, CEO e Diretor da Lincoln International, Leonardo Almeida, Gerente Financeiro também da Smith & Nephew, Luciano Calheiros, Deputy CEO da Willis  e Thomas Nemes, Country Manager da Tetra Strategy.

Apesar de ser unânime a opinião de que tempos difíceis estão por vir e de que o crescimento econômico será baixo, dadas tanto às baixas expectativas de investimentos do setor público e privado quanto dos escândalos de corrupção aliada à dificuldade de governabilidade do planalto, há sim grandes oportunidades em setores específicos. George Kerr acredita ser um bom momento para instituições financeiras focadas em oferecer oportunidades de investimentos no exterior, como é o caso da Aberdeen Asset Management, já que se observa um movimento de flight to quality no mercado nacional, tanto com investidores institucionais quanto pessoas físicas. Leonardo de Almeida complementou que no setor de saúde as subsidiárias da Smith & Nephew nos mercados emergentes continuam a ter o maior índice de crescimento. Enquanto se observa um crescimento de dígitos duplos nos mercados emergentes, nos mercados estabelecidos há uma estagnação. Já para Christopher Reid, Diretor Presidente de Laurel Hill Investments do Brasil , existirão em breve oportunidades na área de Real Estate, já que os preços estão sendo erodidos pela inflação e pela desvalorização do Real. Também existem projetos na área de energia renovável que poderiam ser interessantes para investidores de private equity.

Consenso entre todos os participantes é de que a decisão de entrada no Brasil deve ser de longo prazo e que experiências passadas de entradas em outro mercado devem ser levadas em conta somente como aprendizado, mas não como forma de replicação. Concluindo a discussão, Catherine, que está há 6 meses no Brasil e ficará mais 3 anos e meio representando o Governo Britânico na Embaixada e promovendo a prosperidade de ambos países, crê que o Brasil é um país com grandes oportunidades de negócios e de grande potencial de crescimento.

Texto de:
Rafael Zornoff  | Business Development Manager | Financial, Legal & Professional Services |
UK Trade & Investment | British General Consulate